domingo, 5 de fevereiro de 2017

Ressentidos e vingativos


    Vivemos em época dos cristãos ressentidos e vingativos sempre são as vítimas e nunca os causadores. As postagens e pregações deles são a seguinte: QUEM FALOU OU FEZ ALGO CONTRA MIM VAI PAGAR CARO! Eu vou estar no pódio, no palco, sentado à mesa no palácio, com mesa farta, no lugar de Príncipe, princesa enquanto aquele o que não me aplaudiu ou por não ter concordado ou me criticado ou falado mal de mim é considerado o meu inimigo e digno de estar na plateia me aplaudindo, no fracasso, na miséria, na sarjeta, no pó. Quero vingança!

     Quanta ironia não é mesmo! Meus caro (a) e quanto a você que fala mal de seu irmão e fica com ressentimento em seu coração contra seu irmão ao ponto de vê-lo ser destruído, como Deus irá tratar com você?  Por gentileza poderia mostrar na Bíblia o local que Jesus disse ter feito pódio ou palco para cristãos!  JESUS DEIXOU BEM CLARO QUE TODOS QUE QUEREM VIVER O SEU EVANGELHO PARTICIPARÃO DE SUAS AFLIÇÕES. O palco que o cristão deve subir é o palco do mundo em busca das almas para Cristo que estão expostas necessitando que alguém atue de forma a lhes ajude estendendo a mão de misericórdia e resgate-as do mundo de perdição.


    O banquete que está preparado para o cristão é as bodas do Cordeiro e é para aquele que vencer e ter as vestes limpas de todo o pecado. Jesus nunca procurou os palcos da vida, os aplausos ou banquetes nos palácios ou pódios. Sempre que olhava para a plateia que o assistia era em busca de ajudar os necessitados que ali havia e não para ver se o aplaudia ou não, pois não era a fama ou o sucesso que buscava aqui e sim salvar almas. Jesus foi o único que atuou no maior palco deste mundo o palco onde foi humilhado, perseguido, blasfemado, caluniado, agredido, acoitado e crucificado. Ali ele olhou para a plateia que o assistia não para ver o seu inimigo ali derrotado, mas, para oferecer perdão para todos de igual modo. Mesmo com tudo o sofreu de seus inimigos, nunca os considerou como tal ou desejou a sua destruição. O que nos leva a pensar que tem gente querendo ser melhor do que o Cristo! Não devemos pensar apenas qual a nossa capacidade de perdoar alguém, mas, também o quanto somos capazes de pedir perdão, pois também erramos para com o outro. (Guerreira de Jeová)

Nenhum comentário:

Postar um comentário