terça-feira, 23 de junho de 2015

"Vosso corpo é sagrado e único"
Quatro mulheres chegaram numa reunião vestindo roupas bastante indecentes que mostravam muito bem os seus corpos.
O presidente deu um bom olhar para elas e disse-lhes para que sentassem. Então ele disse algo que elas nunca esquecerão na vida. Ele olhou para elas diretamente nos olhos e disse seriamente; "Senhoras, tudo o que Deus fez valioso neste mundo está bem coberto e é dificil ver, encontrar ou obter.
1. Onde você encontra os diamantes? Lá no fundo, coberto e protegido.
2. Onde você encontra pérolas? No fundo do oceano, coberto e protegido numa bela concha.
3. Onde você encontra ouro? Lá em baixo, coberto com camadas de rocha e para obtê-lo você tem que trabalhar duro e cavar fundo.
Ele olhou novamente para elas com os olhos sérios e disse;
"Vosso corpo é sagrado e único" Você é muito mais preciosa do que o ouro, diamantes e pérolas, e você deve ser coberta também. "Então ele acrescentou que, se você mantiver seu mineral precioso como ouro, diamantes e pérolas profundamente coberto, uma organização respeitável de mineração com a maquinaria necessária vai realizar anos de exploração extensiva.
Primeiro eles entrarão em contacto com o seu governo (a família), vai assinar contratos profissionais (casamento) e mina-lo profissionalmente (casamento civil). Mas se você deixar seus preciosos minerais descobertos na superfície da terra, você sempre vai atrair um grande número de mineiros ilegais para vir e explorar-te ilegalmente.
Mantenha seu corpo profundamente coberto para que ele convide mineiros profissionais para persegui-lo.
Vamos todos incentivar as nossos esposas, amigas e filhas a vestirem bem e decente!
By:Akalonu Chijioke.

Foto de Cybelle Veiga.
Delícia fácil de morango
1 litro de leite
2 caixinhas de leite condensado
1 caixinha de creme de leite
5 colheres (sopa) de maizena
2 caixas de morango
2 gelatinas sabor morango
MODO DE PREPARO
Em uma panela grande coloque o leite, o leite condensado e a maizena
Mexa até engrossar
Quando creme estiver pronto deixe esfriar por alguns minutos e adicione o creme de leite
Despeje o creme em uma forma
Corte os morangos ao meio e monte em cima do creme
Prepare a gelatina com menos água 150 ml de água fervente e 150 ml de água fria
Despeje a gelatina em cima dos morangos
Leve à geladeira até endurecer a gelatina.

Idéia genial!

Emoticon heart 



Foto de André Mansur.


O marido perfeito

Uma esposa estava muito infeliz. Ela amava o seu marido e ele a amava de paixão.

Mas por causa dos afazeres do dia-a-dia, do trabalho, da rotina, dos problemas cotidianos, aquela esposa decidiu que queria a separação.
Depois de muito insistir e conversar com o marido, ele concordou com uma condição e disse: “Eu te amo, não quero me divorciar de você.
Eu posso te fazer feliz.
Mas já que você quer a separação, eu te darei o divórcio, porém, com uma condição.
Quando nós nos casamos, fizemos uma festa, um grande banquete.
Na nossa separação, eu também quero uma festa e com todos os convidados.
E como condição final, eu quero levar de volta para a casa do meu pai uma coisa da nossa casa.
Aquilo que mais me agradar eu levarei”.
A esposa concordou imediatamente com a proposta do marido.
Ela ficaria com a casa, com todos os bens, e o marido levaria somente uma coisa.
Então, fizeram o banquete da separação.
Era o oposto da festa de casamento.
A esposa estava radiante, pois iria se divorciar e nunca alguém havia feito uma festa de separação.
O esposo, sempre triste no canto, não se divertindo, nem comendo ou bebendo, e olhando o tempo todo para a esposa, e amando com um amor que jamais um homem teve por uma mulher.
As horas foram se passando, então, a esposa se aproxima do marido e diz: “Querido, estamos fazendo a festa conforme você pediu.
Como as horas estão passando, acho que você deve escolher imediatamente aquilo que você quer levar desta casa”.
O marido disse à mulher: “Ainda é cedo.
Eu estou pensando no que eu levarei”.
A festa prosseguiu e a esposa chegou novamente ao marido e disse: “Querido, escolha o que você mais gostaria de levar desta casa, porque eu já estou ficando cansada”.
E o marido falou: “Não, eu ainda estou pensando o que levarei”.
E o tempo foi passando até que a esposa pegou no sono.
O marido esperou que ela dormisse profundamente, tomou-a nos seus braços e a levou para a casa do seu pai.
Quando acordou, ela disse: “O que estou fazendo aqui?
Por que eu não estou na minha casa?
Por que você trouxe-me aqui para a casa do seu pai?”.
O esposo apaixonado, sentindo um certo constrangimento, com os olhos abaixados, respondeu: “O nosso combinado foi que eu escolhesse uma coisa para trazer comigo.
E não há nada que eu ame mais do que você”.
Ao ouvir o marido, a esposa sentiu uma grande emoção.
Novamente o amor latejou no seu coração.
O marido levantou os olhos e olhou profundamente para ela e ela para ele.
A mulher abraçou o esposo e disse: “Nunca mais, passe o tempo que passar, aconteça o que acontecer, eu jamais me separarei de ti porque o teu amor tem me conquistado.
E eu quero aprender a te amar do jeito que você me ama”.
Autor Desconhecido

Aprenda a dar o nó na gravata.

A DOR DO ABANDONO”
Era uma manhã de sol quente e céu azul, quando o caixão contendo um corpo sem vida foi baixado à sepultura. De quem se trata? Quase ninguém sabe. Poucas pessoas acompanham o féretro. Ninguém chora. Ninguém sentirá a falta dela. Ninguém para dizer adeus ou até breve.
Depois que o corpo desocupou o quarto do asilo, onde aquela mulher passou boa parte da sua vida, a responsável pela limpeza encontrou em uma gaveta ao lado da cama, umas anotações. Um diário sobre a dor... Sobre a dor que ela sentiu por ter sido abandonada pela família num lar para idosos... Talvez o sofrimento fosse muito maior, mas as palavras só permitem extravasar uma parte desse sentimento, gravado em algumas frases:
Onde andarão meus filhos? Aquelas crianças sorridentes que embalei em meu colo, alimentei com meu leite, cuidei com tanto desvelo, onde estarão? Estarão tão ocupadas? Talvez, que não possam me visitar, ao menos para dizer olá, mamãe? Ah! Se eles soubessem como é triste sentir a dor do abandono... A mais deprimente solidão... Se ao menos eu pudesse andar...
Mas dependo das mãos generosas dessas moças que me levam todos os dias para tomar sol no jardim... Jardim que já conheço como a palma da minha mão.
Os anos passam e meus filhos não entram por aquela porta, de braços abertos, para me envolver com carinho...
Os dias passam... E com eles a esperança se vai... No começo, a esperança me alimentava, ou eu a alimentava, não sei... Mas, agora... Como esquecer que fui esquecida? Como engolir esse nó que teima em ficar em minha garganta, dia após dia?
Todas as lágrimas que chorei não foram suficientes para desfaze-lo. Sinto que o crepúsculo desta existência se aproxima... Queria saber dos meus filhos... Dos meus netos... Será que ao menos se lembram de mim? A esperança, agora, parece estar atrelada aos minutos... Que a arrastam sem misericórdia... para longe de mim.
Às vezes, em sonhos, vejo um lindo jardim... É um jardim diferente, que transcende os muros deste albergue e se abre em caminhos floridos que levam a outra realidade, onde braços afetuosos me esperam com amor e alegria... Mas, quando eu acordo, é a minha realidade que eu vejo... Que eu vivo... Que eu sinto... Um dia alguém me disse que a vida não se acaba num túmulo escuro e silencioso... Que a vida continua após a morte, de uma outra forma... Mas com certeza a minha matéria, a minha mente, o meu eu dessa vida que vivo agora, com o nome que tenho... Nunca mais existirá! E quando a morte chegar, só restará a saudade que com o passar do tempo se ameniza... (se é que alguém vai sentir saudade de mim, já que não sentem enquanto ainda estou viva neste asilo)
Sinto que a minha hora está chegando. Depois que eu partir, gostaria que alguém encontrasse essas minhas anotações e as divulgasse. E que elas pudessem tocar os corações dos filhos que internam seus pais em asilos, e jamais os visitam... Que eles possam saber um pouco sobre a dor de alguém que sente o que é ser abandonado... Pensai que a cada pai e a cada mãe Deus perguntará: "- O que fizestes do filho confiado a vossa guarda?" e aos filhos: "- O que fizestes aos vossos pais?".

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Canelone diferente recheado com cabelo de anjo

  • INGREDIENTES

  • 1/2 pacote macarrão cabelo de anjo
  • 200 g mussarela fatiada
  • 300 g presunto fatiado
  • 1 cebola média bem picadinha
  • 2 colheres sopa farinha de trigo
  • 1 colher sopa manteiga
  • 1 colher óleo de milho
  • 3 copos de leite integral
  • Sal a gosto
  • 1 pitada de pimenta-do-reino
  • 1 pitada de noz-moscada
  • Orégano a gosto
  • 1 pacote de molho pronto 4 queijos

MODO DE PREPARO

  1. Cozinhe em água, sal e orégano o macarrão por cinco minutos
  2. Escorra e reserve
  3. Frite em manteiga e óleo a cebola até dourar, abaixe o fogo
  4. Misture o trigo e vá colocando o leite aos poucos, para não empelotar, mexendo sempre até cozinhar bem a farinha e formar o molho branco
  5. Junte o molho pronto e misture bem
  6. Corrija o sal e junte a pimenta, se gostar
  7. Finalize com noz-moscada ralada na hora
  8. Reserve
Montar:
  1. Sobre fatias de presunto e queijo sobrepostas, enrole uma porção de mais ou menos 2 colheres de macarrão, fazendo um rolinho tipo canelone
  2. Repita o processo até forrar um refratário
  3. Se desejar, os rolos podem ser cortados ao meio para acomodar melhor no pirex
  4. Cubra com o molho branco e orégano
  5. Leve para gratinar e pronto!

Panquecas (receita da Vovó)

INGREDIENTES

  • 1 copo de leite
  • 1 ovo
  • 1 copo de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de óleo
  • 1 pitada de sal


MODO DE PREPARO

  1. Bata os ingredientes no liquidificador
  2. Pré aqueça uma frigideira de teflon com uma colherinha de óleo
  3. Coloque a massa na frigideira com o auxílio de uma concha
  4. Deixe assar até que a borda obtenha uma cor dourada
  5. Vire a panqueca e recheie ao seu gosto (carne, queijo e presunto, frango etc) deixando dourar o outro lado
  6. Enrole e reserve-as em um pirex
  7. Cubra com molho de tomate polvilhado com queijo ralado e leve ao forno pouco antes de servir só para aquecer
  8. Sempre que quiser pode aumentar a quantidade, é só dobrar a receita
  9. tirando o sal da receita você pode rechear a panqueca com doce de leite, brigadeiro, nutela, banana, geléia
  • Omelete de forno sem óleo

  • INGREDIENTES

  • 4 ovos batidos
  • 1 tomate picado em cubinhos (não muito maduro) e sem semente
  • 1/2 cebola picadinha
  • 100 g de presunto picadinho ou peito de perú
  • Manjericão a gosto
  • Parmesão ralado
  • Sal a gosto
  • MODO DE PREPARO

    1. Em uma forma anti-aderente não muito comprida junte os ingredientes: ovos batidos, cebola picada, tomate picado, presunto ou peito de perú picado, sal e o manjericão
    2. Mexa bem e por cima coloque um pouco de queijo parmesão ralado
    3. Coloque a forma na parte superior do forno, em temperatura média para cozinhar bem
    4. Em menos de 10 minutos sua omelete estará pronta, gratinada e não grudará na forma
    5. Serve bem 2 pessoas
    6. E o melhor de tudo: sem uma gota de óleo

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Tire as suas Dúvidas quanto a sua Paternidade:

Tire suas dúvidas sobre os tipos sanguineos e suas combinações

Neste artigo abordamos as Tipagens Sanguíneas. Temos percebido a carência de informações dos leitores a respeito deste assunto, gerando por consequência muitas perguntas em nosso formspring. Deste modo, respondemos a todas as dúvidas, para que os leitores que ainda tenham dúvida possam saná-las. A seguir mostramos apenas as combinações possíveis e impossíveis de acontecer.
Mãe (A+) + Pai (A+) = Filho (O+)
POSSÍVEL. Pode ocorrer sim, desde que o pai e a mãe sejam heterozigotos (Aa), ou seja, os dois tenham o gen para O Rh positivo.
Mãe (O+) + Pai (O+) = Filho (A+)
IMPOSSÍVEL. O tipo sangüíneo do filho deve ser confirmado ou confirmar o de seus pais, pois a combinação de duas pessoas com o tipo sangüíneo O só pode resultar em indivíduos do tipo O.
Mãe (O+) + Pai (B+) = Filho (A+)
IMPOSSÍVEL. As possibilidades dessa combinação são filhos do tipo “B” ou “O” e “B” dependendo se a pessoa é homozigota ou heterozigota em relação ao tipo sanguineo “B”.
Mãe (A+) + Pai (B-) = Filho (O + / -)
POSSÍVEL. Em termos genéticos, tipo A e B, são de fato A e O e B e O, sendo que ao se formar os gametas (óvulo e espermatozóide) podem ocorrer o encontro de O e O e desse modo a criança terá o tipo O.
Mãe (A+) + Pai (O+) = Filho (B+)
IMPOSSÍVEL. Se a tipagem sanguínea estiver correta, as possibilidades é deste casal ter um filho do tipo A ou O.
Mãe (O+) + Pai (O+) = Filho (A+)
IMPOSSÍVEL. É necessária uma confirmação do tipo sanguíneo do casal e do filho, pois pais com sangue O só podem gerar filhos também O. Nestes casos A e B são impossíveis. No entanto, é importante alertar que podem acontecer erros na tipagem sangüínea.
Veja na tabela abaixo de fácil compreensão todas as combinações possíveis.
Em casos extremamente raros, acontece um fenômeno chamado de Fenótipo Bombaim, na qual pessoas que possuem ”A”, “B”, ou “AB”  expressam o grupo sanguíneo “O”. Saiba mais sobre o Fenótipo Bombaim aqui.

terça-feira, 2 de junho de 2015

Sexo: em quais situações ele é contraindicado?

Entenda as recomendações quando o assunto é transar durante a menstruação ou com imunidade baixa

casal triste na cama - foto: Getty Images
É indicado fazer sexo durante a gravidez? Dá para fazer sexo durante a menstruação? Algumas situações que geram dúvida sobre se é possível ou não fazer sem maiores problemas. Confira quando ele está liberado e em quais momentos é melhor esperar.

Sexo durante a menstruação

Se ambas as partes forem saudáveis, não há uma contraindicação real, principalmente nos casos de relacionamento duradouros e monogâmicos. E esse risco se estende não só para o sexo envolvendo penetração, como também para relações orais, que podem ser praticadas durante a menstruação com os devidos cuidados.

Há casos em que a pessoa se sente desconfortável com a presença do sangue, e por isso evita o ato sexual nesse período. A situação deve ser discutida entre o casal, que optará ou não por manter as relações.

Também é contraindicado dispensar a camisinha. "Quando mulher está menstruada ela libera sangue, facilitando a transmissão de doenças pela corrente sanguínea, como HIV e sífilis", lembra Sylvia. "Ela também está suscetível a contrair algum tipo de infecção, uma vez que os vasos da região estão mais sensíveis", completa.

Quando o assunto é sexo durante o período menstrual, logo surge a pergunta: é possível engravidar durante a menstruação? A resposta é não. Segundo a ginecologista e sexóloga Sylvia Cavalcanti, presidente da Comissão de Sexologia da Federação Brasileira de Ginecologia a Obstetrícia (FEBRASGO), a menstruação é decorrente da descamação do endométrio, que fica inapropriado para receber o feto, além de não haver ovulação nesse período. "Mas as pessoas às vezes confundem pequenos sangramentos intermenstruais com menstruação, e estes podem inclusive ser sangramentos ovulatórios", afirma. Dessa forma, se uma mulher fizer sexo durante a menstruação ela não vai engravidar, mas é necessário ficar atenta ao tipo de sangramento. Se for um sangramento ovulatório, por exemplo, é o momento mais propício para a gravidez. Também pode ser o caso de feridas, fissuras ou doenças mais graves, que devem ser investigadas.