segunda-feira, 31 de outubro de 2016

 Sabão de Vinagre

Sabão de Vinagre é perfeito para a sua louça e roupas e, além disso, colabora com o meio ambiente, já que você vai reciclar o óleo de cozinha usado. Faça, use, compartilhe com as amigas e tenha roupas e louças brilhando sempre!

INGREDIENTES

  • 5 litros de óleo usado e coado
  • 1kg de soda cáustica (de preferência líquida)
  • 1 copo de sabão em pó
  • 1 copo de vinagre branco
  • essência (opcional)

VOCÊ TAMBÉM VAI PRECISAR DE…

  • luvas
  • 1 balde de plástico grande
  • 1 coador de pano ou peneira
  • 1 caixa de papelão
  • Sacolas plásticas abertas

COMO FAZER SABÃO DE VINAGRE
MODO DE PREPARO

  1. Coe o óleo utilizando um coador de pano ou peneira.
  2. Aqueça levemente o óleo.
  3. Dilua o sabão em pó em um pouco de água e adicione a essência (opcional).
  4. Derrame o óleo morno em balde plástico grande e, mexendo sempre com um cabo de vassoura, junte a soda cáustica , o sabão em pó e o vinagre, nesta ordem.
  5. Quando virar uma calda grossa, derrame em uma caixa de papelão forrada com sacolas plásticas abertas.
  6. Deixar secar por 24 horas e corte em cubos.
  7. Utilize nas louças, panelas e roupas.
Receita de Adriana Araujo, do Grupo de Receitas no Facebook.

domingo, 23 de outubro de 2016


"Satanás é real e vai à Igreja todo domingo", diz pastor John Hagge

Hagee fez as declarações durante uma entrevista com James e Betty Robison em seu programa "Life Today", que foi publicado on-line, na última segunda-feira (5).




John Hagee é pastor, escritor e lidera a igreja Cornerstone, em San Antonio (Texas / EUA).

Embora a Bíblia retrate Jesus sendo tentado por Satanás, ainda há cristãos que duvidam da existência da figura diabólica. No entanto, o conhecido pastor e escritor norte-americano, John Hagee alertou foi de fato "um diabo muito real que tentou Jesus no deserto".
"Foi um demônio muito real que entrou no jardim do Éden para seduzir Adão e Eva. Também foi um demônio muito real que tentou Jesus no deserto. Ele ainda está em atividade. Ele vai à igreja todos os domingos. E se você não souber reconhecê-lo e tomar autoridade sobre ele, o inimigo vai destruir a sua vida, seu casamento, seus filhos, sua igreja, suas esperanças, seus sonhos", disse o pastor da Cornerstone Church, durante um debate televisivo sobre o seu mais recente livro.
Hagee fez as declarações durante uma entrevista com James e Betty Robison em seu programa "Life Today", que foi publicado on-line, na última segunda-feira (5).
Falando sobre o seu livro "Os Três Céus: Anjos, Demônios e o que Vem Pela Frente", o autor explicou que a obra expõe "táticas diabólicas de Satanás no Segundo Céu e como elas afetam cada um de nós". No livro, Hagee usa a Bíblia, "a ciência e incríveis histórias verdadeiras do sobrenatural" para dar base às suas declarações de que o Céu é real e existe em três níveis.
Mas Hagee disse a Robison, durante sua entrevista, que embora ele acredite que Satanás seja muito real e ainda ativo entre os seres humanos de hoje, ele também acredita que os cristãos têm a defesa final contra os ataques do maligno.
O pastor disse que os crentes têm "a autoridade absoluta... sobre os poderes e principados das trevas". Ele também insistiu que há "segurança absoluta" para os cristãos, "quando eles estão na atribuição divina de Deus", que os torna "praticamente indestrutíveis".
"Os poderes do inferno não podem tocá-lo; os anjos de Deus estão a defender você", disse Hagee.

Pesquisas
Embora uma pesquisa feita pelo instituto 'Barna Group' revelou em 2009 que 40% dos cristãos americanos concordaram que Satanás "não é um ser vivo, mas é um símbolo do mal", mais 19% dizendo que concordavam em partes com essa afirmação, uma pesquisa de 2013 do grupo 'YouGov' descobriu que a maioria dos auto-identificados crentes nascidos de novo acreditavam literalmente na existência do diabo.
No geral, 57% dos entrevistados disseram "sim" à pergunta: "Você pessoalmente acredita na existência do diabo ou não?"
Quando os resultados da pesquisa são discriminados, no entanto, certos segmentos da população acreditam na existência do demônio e levam isto muito a sério.
Por exemplo, 86% daqueles que disseram que nasceram de novo responderam "sim" à mesma pergunta, com 72% dos entrevistados negros e 65% dos republicanos.

Possessão

Em sua entrevista na "Life Today", Hagee também comentou sobre possessão demoníaca, e insistiu que a leitura de livros de ocultismo, o ato de ver "filmes ocultistas" e jogos com tábuas como o 'Ouija' podem expor as pessoas a possessão demoníaca.
"Você está convidando espíritos demoníacos para infectá-lo e levá-lo de novo. E acreditem, eles podem fazê-lo em tempo recorde", disse Hagee. Ele passou a relacionar o caso de uma jovem de 18 anos que alegadamente manifestou evidências de possessão demoníaca durante um culto na igreja depois de assistir ao filme "O Exorcista".
"Agora não é uma coisa inocente, quando você entra no reino das trevas. O poder demoníaco pode levá-lo e a única coisa que vai tirá-lo de lá é a autoridade do nome de Jesus e o sangue vertido na cruz", acrescentou Hagee.

Igreja Batista é atacada por muçulmanos e mata pelo menos 40 cristãos, na Nigéria

Além dos mortos e feridos neste ataque recente, centenas de pessoas foram expulsas de suas casas e igrejas também foram destruídas.

Ataque de muçulmanos em aldeia. (Foto: 360Nobs)
Ataque de muçulmanos em aldeia. (Foto: 360Nobs)

Pelo menos 40 pessoas foram mortas, após um massacre brutal a uma comunidade cristã  Batista na Nigéria.

Homens armados (provavelmente membros de tribos Fulani) invadiram Godogodo no estado de Kaduna, Nigéria – um assentamento predominantemente cristão – no último sábado (15). O incidente ocorreu após assassinatos anteriores na mesma aldeia.
Além dos mortos e feridos neste ataque recente, centenas de pessoas foram expulsas de suas casas e igrejas também foram destruídas.
Moradores da aldeia disseram que o massacre aconteceu pouco depois de alguns jornalistas terem passado por lá para fazer uma matéria sobre um ataque com facões que havia matado oito pessoas no final de setembro, segundo relatórios da agência cristã ‘Morning Star News’.
Uma testemunha do ataque, Peter Atangi, viu seus quatro filhos sendo mortos pelos pastores Fulani [grupos de extremistas islâmicos que perseguem cristãos na Nigéria].
“Os pastores vieram à noite, no sábado [15 de outubro]. Eles invadiram nossas casas depois de atacar um posto de controle militar. Eles usavam armas sofisticadas, além de facões, facas e paus. Assim que eles chegaram, começaram a atirar indiscriminadamente e começamos a correr em direções diferentes”, disse ele.
“Eles atiraram e mataram meus quatro filhos. Enquanto corríamos para salvar nossas vidas, eles também atearam fogo em nossas casas. Muitos estão desabrigados agora”, acrescentou.
O pastor Isaac Balason, da Igreja Batista Nasara, em Godogodo, falou com a agência ‘Morning Star News’ pelo telefone durante o momento ataque.
“Agora são 20:30 e o ataque está acontecendo”, disse ele. “Não temos certeza se vamos sobreviver a isto. Por favor, estejam em oração conosco”, pediu.
Solomon Musa, advogado e presidente da União Popular do Sul de Kaduna, disse em uma conferência de imprensa na última segunda-feira (17), que os residentes locais identificaram pelo menos 40 pessoas que morreram.
Ele disse: “A comunidade Godogodo voltou a sofrer um ataque feroz, aterrador, brutal, selvagem e bárbaro por parte dos pastores Fulani sem qualquer motivo aparente, no último sábado, 15 de outubro de 2016”, disse ele. “Até agora, os moradores conseguiram identificar pelo menos 40 corpos, além de vários outros cadáveres queimados, o que dificulta o reconhecimento”.
De acordo com Solomon quase todas as casas da aldeia foram queimadas.
“A selvageria e barbárie do ataque é inacreditável”, disse ele. “No entanto, os governos federal e estadual parecem permanecer tranquilos e evasivos. Fomos abandonados e negligenciados”.
Rev Thomas Akut, da Igreja Evangélica ‘Winning All Good News’, em Godogodo disse que o ataque expulsou todos os 245 membros de sua igreja.
“A maioria das aldeias ao redor de Godogodo foram destruídas e milhares de cristãos foram expulsos de suas casas”, disse ele, observando que considera que este ataque é parte de uma guerra islâmica contra os cristãos.
“Esta é uma jihad”, disse ele. “É uma guerra santa islâmica contra cristãos na parte sul do estado de Kaduna”.
A organização cristã ‘World Watch Monitor’ relatou que mais de 300 pessoas – a maioria sendo cristãs – foram mortas em ataques de pastores Fulani nos últimos cinco meses e mais de 5.000 pessoas foram expulsas de suas aldeias.
Outro pastor nigeriano, Rev Agostinho Akpen Lev, disse ao site da organização: “Este é outro jihadista, assim como o Boko Haram no nordeste do país. Os terroristas transportam armas sofisticadas, às vezes até usam armas químicas em nossas comunidades. Eles atacam muitas vezes durante a noite, quando as pessoas estão dormindo. Eles atacam pessoas indefesas e vão embora. Eles têm claramente um objetivo: Acabar com a presença do cristianismo e assumir as terras”. FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN TODAY

Ex-bruxa fala sobre sua conversão: “Deus removeu todo o mal que havia em mim”

Beth se envolveu no ocultismo aos 3 anos e, mais tarde, sofreu abuso sexual em um ritual satânico. Hoje ela é cristã, casada e está envolvida no ministério de cura interior.


Depois de abandonar o ocultismo, Beth Eckert vem alertando cristãos sobre a realidade do mundo espiritual. (Foto: Reprodução/Facebook)
Depois de abandonar o ocultismo, Beth Eckert vem alertando cristãos sobre a realidade do mundo espiritual. (Foto: Reprodução/Facebook)

A vida de Beth Eckert foi devastada durante o período em que era envolvida com a bruxaria — desde as opressões causadas pelo ocultismo até ser vítima de abuso sexual durante um ritual satânico.
Hoje casada e envolvida num ministério de cura interior, Beth lembra que iniciou seu envolvimento no ocultismo aos 3 anos de idade. Mais tarde, ela conta que foi abusada sexualmente durante um ritual satânico, que aconteceu em uma igreja Mórmon .
Na transição da infância para a adolescência, o oculto fascinava Beth. Ela se entretia com todo tipo de conteúdo relacionado a vampiros, bruxaria e zumbis. Depois que seu ex-namorado se matou, ela acreditou que estava pronta para se envolver na Wicca.
Na religião, ela conheceu um homem que disse à Beth que ela era uma pessoa "boa, que fazia parte de tudo e todos, como uma energia”, e que ela “poderia ser parte desta positividade e amor”. A família de wiccanos a envolveu em seu grupo mas, em seguida, a líder da seita demonstrou que não queria a participação de Beth.
"Isso me levou a me aprofundar ainda mais na feitiçaria, para provar a eles que eu poderia ser parte da família", disse Beth ao site Charisma News. "Eu senti o desespero da recém-descoberta. Eu tinha provado a aceitação e o amor, mas em seguida, isso foi arrancado. Me esforcei em aprender e praticar por conta própria, ter um altar, ler livros após livros, fazer feitiços, encantamentos rituais e viagens astrais".
Beth diz que a bruxaria é relacionada à intenção, e muitas pessoas podem praticá-la — até mesmo os cristãos — mesmo sem perceber. Durante muitos anos, ela se engajou em lançar maldições sobre as pessoas que a prejudicaram. Ela revela que uma pessoa lança maldição sobre a outra quando aplica um sentimento intenso, baseado em um pensamento negativo, permitindo ser conduzido por esta emoção.

Hoje Beth é cristã, casada e está envolvida no ministério de cura interior. (Foto: Reprodução/Facebook)
Mas há quase três anos, Deus iniciou uma jornada de transformação na vida de Beth. “Eu fumava maconha a caminho do trabalho, bebia, blasfemava, era fã de ‘The Walking Dead’  e  ‘The Vampire Diaries’. A música era um meio de eu lançar tudo pra fora. Eu queria isso para ser sensual, mas Deus removeu todo o mal e me deu a sensibilidade para me afastar dessas coisas".
Deus usou sua conexão com o ocultismo para revelar a verdade sobre o reino espiritual, diz Beth. Enquanto Beth cresce em sua fé, ela desmascara o ocultismo e expõe as ferramentas que Satanás usa para manipular as pessoas.
"[Satanás] vai continuar trabalhando para doutrinar as pessoas em preparação para a revelação do Anticristo", disse Beth. "Se pessoas como eu estão andando por aí fazendo bruxaria e não têm idéia, assim como ele me usou, imagine algumas pessoas que acreditam são cristãs?"
Por outro lado, ela reforça que os cristãos devem se lembrar que a vitória de Cristo na cruz não é uma idéia banal que sempre se repete na Escola Dominical. Ele irá derrotar Satanás e seus demônios, e os cristãos carregam este mesmo poder.
"O mundo é um lugar onde somos soldados valentes, carregando tochas à espera do momento em que Deus irá nos chamar para fora e dizer: 'Você! É sua vez!’”.
"Onde Espírito de Deus está, ali há liberdade", ela lembra. “Quanto mais você limpar a escuridão dentro de você e se dispor a render áreas de escuridão na sua alma, mais espaço haverá para o Espírito de Deus habitar e trazer a liberdade, permitindo que você ande em seu chamado e seja consciente das ferramentas e manobras do diabo".