sábado, 3 de janeiro de 2015





 

 UM BAILE NO INFERNO
Uma Novela ( Baseado em fatos reais)


Capítulo I

Em uma cidade no Brasil aconteceu:
-  Filha hoje a Igreja está em festa vai ser muito bom virá muita gente de fora para cultuar a Deus, e você já está pronta para irmos a Igreja?  A mãe procura bem animada para sua filha.
- Quem eu?
- Sim , já está quase na hora!
- Mãe eu vou ser sincera com a senhora.....
- Eu não quero ser mais crente... Estou muito nova para estar com essa gente, povinho cafona!
- O que eu quero mesmo é me divertir..... Apartir de hoje não vou mais a Igreja!
- O que eu quero é aproveitar minha juventude, quero me divertir......
- Mas filha você sabe que Deus não agrada com essas coisas do mundo... Fala a mãe preocupada com a atitude da filha.
- Ah mãe fique a senhora sabendo que eu quero é me divertir.... Hoje vou procurar um baile uma balada eu quero é dançar me divertir ainda que seja no inferno assim mesmo eu quero ir!
- Minha filha acho que você não está pensando bem, sabe que o salário do pecado é a morte e quem morre sem salvação você sabe para onde vai!
- Ah mãe a senhora é muito chata com essa coisa de crente, eu ainda sou jovem e vou viver ainda muitos anos...
- A senhora não quer é me ver feliz... vejo as meninas de minha idade vão as festas dançam e se diverte, eu não vou somente a Igreja e convivo com aquela cafonice, tudo é pecado...
- Não aguento mais! já disse para a senhora não quero ser mais crente... vou é me divertir...preciso de encontrar um baile para dançar quero muito ir se não tiver um baile por ai pode ser no inferno mesmo que hoje eu vou me divertir...
           (Continua amanhã a sequência do próximo capítulo não percam!)


CAPITULO II

- Minha filha não sabe o que está desejando! Fala pesarosa a mãe.
- Sei sim mãe! Chega dessa breguice  e desse povo chato !
- É filha amada mesmo assim pedirei a Deus que tenha misericórdia de ti e que Deus permita que veja como é o mundo e não fique por lá.
- Já vem a  senhora com sua ladainha!
- A verdade é que quem deixa Jesus e vai para o mundo só encontrará destruição e o Diabo aproveita para destruir aquele que encontra no seu poder. Fala a mãe.
- Pedirei a misericórdia  de Jesus para contigo!
- Estou de saída para a Igreja, você não vai mesmo? Ainda pode arrepender desse seu comportamento e irmos para a casa de Deus.
- Já falei  para a senhora que não quero ser mais crente.... vou é procurar um baile e me divertir... Igreja é coisa do passado ... sou jovem tenho é que aproveitar....
- Nem adianta a senhora vir com o seu chororô que eu não vou cair nessa. Fala a filha com ira.
- Até hoje nunca me diverti pois a senhora nunca deixou, mas agora mudou já estou de saida ... Agora eu quero é ser feliz.
- Vá a senhora para sua Igreja... e vê se não vai fuxicar para os irmãos... E também não estou nem ai para eles.
- Filha me escute ..... não caia na cilada do inimigo....
- Já disse mãe vou a um baile hoje que a senhora queira o não queira.... pode ser até no inferno...
- Que Deus tenha misericordia de ti minha filha!
- Ah mãe não quero discutir mais isso... A filha sai de perto zangada e vai terminar de arrumar para sair.
     A mãe cala e começa a orar em pensamento em favor da filha. A mãe vai para a Igreja chorando de tristeza pelo comportamento de rebeldia de sua filha. Ao chegar na Igreja quando os irmãos a vê  muitos aproximam para perguntar o que ouve e tristemente a mãe fala o ocorrido e pede oração em favor de sua filha. O pastor convoca a todos os presente e levanta um clamor em favor daquela jovem , pedindo a misericórdia do Senhor Jesus e Deus ouve.
     A Jovem se arruma muto bem era uma jovem muito bonita e alegremente sai em busca do baile da balada que tanto desejava......
  (continua.... Não percam os próximos capítulos é de arrepiar!)

Capítulo III


     A jovem saiu em busca de uma festa na qual ela pudesse dançar e divertir naquela noite.... Já  havia andado bastante mas até então não encontrará nenhuma balada e direpente quando ia passando e m uma pracinha da cidade um tanto já decepcionada por não encontrar um festa bem agitada na qual pudesse satisfazer o seu desejo... sozinha ali resolveu sentar em um banco ali naquela praça e esperar para ver se aparecia alguma pessoa que soubesse onde havia o que ela procurava.
    De repente surgiram passos aproximando e ela virou se para ver que era e um moço parou bem frente a ela. Um moço alto, musculoso  bem vestido e de boa aparência . Assim que aquele moço aproximou dela ele disse:
- Pronto estou aqui! Disse o moço colocando-se em sua frente.
- Quem é você? Perguntou a jovem intrigada com a expressão daquele moço.
- Eu não te conheço! Acrescentou a jovem.
- Como não me conhece! Você mesmo me chamou... Estou aqui para te levar....
(Continua no próximo capitulo não percam!)

Capitulo IV

- Estou aqui para te levar ao baile que tanto desejou! fala o moço.
- Como assim? pergunta  a jovem Teresa intrigada com o que dissera o moço .
- Como sabe o meu desejo, ou melhor o que eu desejo?
- Ouvimos o seu desejo e vim para te atender!
- Quando foi que ouviu?
- Hoje e vim para atender o seu chamado vou te levar ao baile que você tanto desejou e você verá que vai se divertir....
- Está bem! É muito longe daqui? Pergunta a jovem.
 - Não muito é rapidinho estaremos lá.. e vamos logo se não vamos atrassar, pis já deve ter começado.
- Eu vou mas não posso demorar muito, afinal eu sai para me divertir e estava justamente esperando uma pessoa que soubesse onde havia um baile para que eu pudesse ir.
- Então eu sei e vim aqui exatamente para isso: atender ao seu desejo! Explica o moço.
- Então vamos! fala a ingênua jovem encantada com os elogios e a boa aparência do moço sedutor.
- posso segurar a sua mão? Pergunta o moço.
- Claro!
- Feche seus olhos um pouquinho! Sugere o moço segurando a mão da jovem.
- pronto cá estamos pode abrir os olhos chegamos!
- Como assim chegamos? Que lugar é esse?
- O baile do seu desejo, não ouve o barulho da musica e a algazarra dos participantes....vamos entrar estão nos esperando!
- Espera ai um pouquinho! Estou ouvindo o barulho da festa... mas preciso saber que lugar é esse!
- Você vai gostar! fala o moço impaciente.
- É muito quente aqui... não estou gostando desse lugar... quero ir embora....Fala a jovem teresa.
       ( Continua no próximo capitulo não percam!)

V  Capitulo

- como chegamos aqui tão rápido? Eu não quero entrar ai não! Fala a jovem assustada.
- Agora que vei terá que entrar e ordem do chefe! Fala o moço um tanto impaciente.
- Que chefe? Pergunta a moça intrigada.
- Saberá em breve agora venha....entre!
    Ao cruzar a porta  deparam realmente com uma festa (uma Balada) ao som  de um Funk e de horrível visão...Os casais dançando sobre chamas de fogo  de forma sensual e o rosto era de aparência horrenda. Os que ali estavam eram obrigados a dançarem e os gritos de dor eram horríveis. Também havia aqueles que eram obrigados a  beberem uma bebida e cada gole gritavam de dor. Havia muitas mulheres que estavam amarradas com uma corda de fogo nuas e um demônio sobre elas as estuprando e os seus gritos pedindo socorro eram horríveis.   
   Quando a jovem deparou com aquela visão horrenda tentou sair correndo, mais foi barrada pelo moço que a segurou fortemente e disse:
- Cá estamos no baile no inferno que você tanto desejou agora vá dançar!
- E não eu não sei dançar e não quero ficar aqui, vou embora!
- Todos que estão aqui eram os que participavam das baladas lá na terra: Os drogados, as prostitutas, os Funkeiros, as piriguetes... Todos aqui tem que dançar conforme a música e a ordem do mestre.
    Ao ouvir o que o moço dissera a jovem entrou em desespero para sair dali, mas o moço  a continuo segurando e disse:
- Não queria dançar! Então vá dançar!....
- Não muito obrigada!

VI Capítulo


  De repente a musica mudou para um Rock e no palco em chamas surgiram um grupo de Rock que tocava em umas guitarras em forma de caveira, eles tinham seus tornozelos acorrentados por uma corrente em brasas, e cada vez que dedilhavam as cordas gemiam de dor, pois queimavam os dedos e da mesma forma era os Funkeiros estavam acorrentados e tinham que dançar em cima de uma especie de chapa quente que queimavam seus pés . Estavam olhando a cena foi quando aquele moço falou;
- Eles lá na terra serviam ao meu mestre e fizeram pacto com ele para ter fama, dinheiro,mulheres e poder e agora estão aqui recebendo a sua recompensa, kkkkkkkkkkkkk...
 De repente a música parou por um instante e todos se voltaram para eles e começaram a falar:
 - Teresa vem para nós vamos dançar.... dançar.... dançar... era terrível ouvir aquelas vozes chamando a jovem Teresa que  ficou desesperada.
-Quero sair daqui.... Tereza começou a gritar deseperada.
    Aquele demônio que a segurava assumiu a sua forma, já não eta mais o moço formoso e sim um demônio. E ele disse:
- Você vai ficar aqui com a gente..........kkkkkkkkkkkkkkkkk
-Vou não! Senhor Jesus tem Sangue tem poder... perdoa os meus pecados e vem me socorrer... pelo poder do seu nome Jesus me tire daqui e faça o infernos e todos esses demônios desaparecerem. A Jovem Tereza começou a gritar bem alto.
- Não fala esse nome aqui ! Aquele demônio gritou enfurecido arranhando o braço de Tereza e largando a, pois caiu por terra demonstrando que ficou fraco.
- Senhor Jesus perdoa a minha desobediência e venha me socorrer.... eu clamo agora por ti Senhor Jesus me tire daqui...
- Cale...cale.... todos aqueles demônios gritavam para que ela se calasse.
     De repente uma clarão branco como um relâmpago entrou naquele lugar e quando Tereza viu já estava de volta na praça de onde havia estado antes de ir para aquele lugar. Quando ela se viu ali saiu correndo....
     (continua no próximo capitulo!)

VII

     Estava quase terminando o culto, como era festa havia demorado um pouco mais naquela noite e  Tereza entrou correndo indo parar lá de frente do púbito (altar) e chegando caiu de joelhos e pedindo que queria reconciliar estava apavorada com um expressão de horror chorava sem parar e sua mãe a vendo foi ao seu socorro e ficando ali abraçada com a sua filha.
- Está aqui nossa amada irmã: A Jovem Teresa pedindo que oremos por ela. podemos notar que está apavorada vamos orar por ela. O pastor fala aos fiéis.
    Teresa abraçada com a mãe pedia lhe perdão por sua desobediência e após a oração tentaram acalmar Teresa e quando o pastor sentiu que ela havia acalmado um pouco pediu que contasse o que havia acontecido que havia a deixado naquele estado e assim foi ela contou todo o ocorrido e naquela noite houve muitas convenções após ouvirem o seu relato. Teresa aprendeu que Jesus Cristo é a melhor escolha e nunca mais desejou nada mundano e passou a ser uma filha obediente a Deus, a sua mãe e a Igreja e foi muito abençoada na terra.

                                      Uma história baseada em fatos reais e de muita importância para alertar aos jovens a cerca do inferno; ele existe que você acredite ou não continuará a existir e duro será para aquele que morrer sem Cristo e tiver que enfrentar uma eternidade sem Cristo. A decisão da eternidade deve ser tomada aqui lembrem sempre disso! Hoje é o momento de aceitar a Cristo, pois o amanhã pode ser tarde demais.








 

Nenhum comentário:

Postar um comentário