sexta-feira, 15 de agosto de 2014


A LOJA DE DEUS

Entrei e vi um Anjo no balcão. Maravilhado, disse-lhe:
- Santo Anjo do Senhor, o que vendes ?
Respondeu-me:
- Todos os dons de Deus.
Perguntei:
- Custa muito?
Respondeu-me:
- Não, é tudo de graça.
Contemplei a loja e vi jarros com sabedoria, vidros com fé, pacotes com esperança, caixinhas com salvação, potes com amor.

Tomei coragem e pedi:
-
Por favor, Santo Anjo, quero muito amor, todo o perdão, um vidro de fé,
bastante felicidade e salvação eterna para mim e para minha família
também.
Então o Anjo do Senhor preparou-me um pequeno embrulho, tão
pequeno, que cabia na palma da minha mão. Maravilhada, mais uma vez,
disse-lhe:
- É possível tudo estar aqui ?
O Anjo respondeu-me sorrindo:

- Minha querida irmã, na loja de Deus não vendemos frutos. Apenas sementes.

Que hoje Deus te abençoe muito!
 




Era uma vez um riacho de águas cristalinas, muito bonito, que serpenteava entre as montanhas. Em certo ponto de seu percurso, notou que à sua frente havia um pântano imundo, por onde deveria passar. Olhou, então, para Deus e protestou:

- Senhor, que castigo! Eu sou um riacho tão límpido, tão formoso, e o Senhor me obriga a atravessar um pântano sujo como esse! Como faço agora?

Deus respondeu:
- Isso depende da sua maneira de encarar o pântano. Se ficar com medo, você vai diminuir o ritmo de seu curso, dará voltas e, inevitavelmente, acabará misturando suas águas com as do pântano, o que o tornará igual a ele. Mas, se você o enfrentar com velocidade, com força, com decisão, suas águas se espalharão sobre ele, a umidade as transformará em gotas que formarão nuvens, e o vento levará essas nuvens em direção ao oceano. Aí você se transformará em mar.

Assim é a vida. As pessoas engatinham nas mudanças. Quando ficam assustadas, paralisadas, pesadas, tornam-se tensas e perdem a fluidez e a força. É preciso entrar pra valer nos projetos da vida, até que o rio se transforme em mar. Se uma pessoa passar a vida toda evitando sofrimento, também acabará evitando o prazer que a vida oferece. Há milhares de tesouros guardados em lugares onde precisamos ir para descobri-los.

Não procure o sofrimento. Mas, se ele fizer parte da conquista, enfrente-o e supere-o.

[Autor Desconhecido]

QUANDO DEUS PERMITE SITUAÇÕES DIFÍCEIS,FICAMOS CONFUSOS.
NÃO CONSEGUIMOS ENTENDER,SURGEM PERSEGUIÇÕES,PROVAÇÕES
SE MULTIPLICAM,MADRUGADAS ESCURAS FAZEM O CRENTE SOFRER.
BATEMOS EM PORTAS EM PLENO DESESPERO,PROCURANDO UM AMIGO,
E NÃO CONSEGUIMOS ENCONTRAR.E ATÉ NA IGREJA A PALAVRA 
É DURA ENQUANTO ISSO VAI CHORANDO UMA ALMA PURA,
DEUS NÃO PERMITE QUE ALGUÉM VENHA CONSOLAR.
NOSSO DEUS ESTA NO CONTROLE DE TUDO E
ELE DIZ ME DEIXE TRABALHAR.
E QUANDO ELE QUER PROVAR UMA INFERMIDADE CONFUNDE
A MEDICINA E NINGUÉM DÁ A SOLUÇÃO O HOMEM NATURAL
NÃO CONSEGUE ENTENDER,ENTREGA LOGO O DEAGNÓSTICO 
DIZENDO,VOCÊ VAI MORRER,E O CRENTE AFLITO,ENTRA
LOGO EM DESESPERO.NÃO PERCEBE ELE QUE O 
OLEIRO ESTA A TRABALHAR,PREPARANDO O VASO
PRA UMA GRANDE VITORIA,SEJA QUAL FOR TEU
PROCESSO ABRA A BOCA E DÊ GLÓRIAQUE
NO TEMPO CERTO A VITÓRIA CHEGARÁ!..........


Reflexão
"MENSAGENS DE REFLEXÃO"
A BORBOLETA E A FLOR...


Certa vez, um homem pediu a Deus uma FLOR...
...e uma BORBOLETA.

Mas Deus lhe deu um CACTO...
...e uma LAGARTA.

O homem ficou triste pois não entendeu o porque do seu pedido vir errado.

Daí pensou: "Também, com tanta gente para atender..." E resolveu não questionar.

Passado algum tempo, o homem foi verificar o pedido que deixara esquecido.

Para sua surpresa, DO ESPINHOSO E FEIO CACTO, havia nascido A MAIS BELA DAS FLORES.

E a HORRÍVEL LAGARTA transformara-se em uma BELÍSSIMA BORBOLETA.

DEUS SEMPRE AGE CERTO. O SEU CAMINHO É SEMPRE O MELHOR, MESMO QUE AOS NOSSOS OLHOS PAREÇA ESTAR DANDO TUDO ERRADO.

Se você pediu uma coisa e recebeu outra, confie.

NEM SEMPRE O QUE VOCÊ DESEJA... É O QUE VOCÊ PRECISA...

Como ele nunca erra na entrega dos seus pedidos, SIGA EM FRENTE, sem murmurar ou duvidar.

O ESPINHO DE HOJE... SERÁ A FLOR DE AMANHÃ!"

De+
A sobrecarregada enfermeira viu o jovem entrar no quarto
e, inclinando-se, disse alto ao idoso paciente:
- Seu filho está aqui.
Com grande esforço, o velho homem abriu os olhos e, a seguir,
fechou-os outra vez. O jovem apertou a envelhecida mão
e sentou-se ao lado da cama.
Por toda a noite, o jovem ficou sentado ali, segurando a mão
e sussurrando palavras de conforto.
O paciente não suportou e partiu.
Em instantes, a equipe de funcionários do hospital encheu o quarto
para desligar as máquinas e remover as agulhas.
A enfermeira aproximou-se do jovem e começou a oferecer-lhe
as condolências, mas foi interrompida.
- Quem era esse homem? Perguntou o jovem.
Assustada, a enfermeira respondeu:
- Eu achei que fosse seu pai!
- Não. Não era meu pai. Eu nunca o vi.
- Então, porque você não falou nada quando lhe anunciei para ele.
- Eu percebi que ele precisava do filho e o filho não estava aqui. E
como ele estava por demais doente para reconhecer que eu não era
seu filho, percebi que naquela hora ele precisava de mim.
Ninguém precisa morrer sozinho.
Do mesmo modo, ninguém precisa sofrer sozinho ou chorar sozinho;
rir sozinho ou celebrar sozinho.
Nós fomos feitos para viajar de mãos dadas através da jornada da vida.
Há alguém pronto para segurar a sua mão hoje.
Há alguém esperando que você segure sua mão!
A importância de ser cheio do Espírito Santo
Podemos escolher diversas maneiras para seguir a nossa vida, mas a melhor delas é viver de forma abundante com o poder de Deus. E o segredo para alcançar esta bênção está na admoestação do apóstolo Paulo, feita em Efésios 5.18: E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito (Ef 5.18).
Após Jesus entregar Sua vida na cruz do Calvário para a redenção da humanidade, Ele ressuscitou e apareceu para os discípulos, comissinou-os a pregar as boas-novas de salvação e enviou o Espírito Santo, o Consolador, para que não ficassem órfãos nem desamparados após Ele ter voltado para junto do Pai.
Contudo, muitos cristãos não aproveitam está bênção para trilhar um caminho reto e triunfante na presença do Senhor. Preferem agir sob os próprios impulsos e esforços, achando que ser cheio do Espírito Santo é apenas confessar o nome de Jesus como único e suficiente Salvador.
É preciso muito mais que isso para ser cheio da presença do Espírito de Deus. Não basta falar em línguas estranhas ou freqüentar os cultos semanalmente. O Senhor espera mais de cada um de nós para revestir-nos com seu poder. Ele deseja que nos tornemos semelhantes a Cristo em nossa maneira de pensar, sentir, falar e agir .
Isto é um processo contínuo, um exercício diário, que visa à santificação e ao crescimento espiritual. Todos os dias somos chamados a despir-nos dos velhos hábitos e assumir a posição de novas criaturas, de filhos de Deus, tendo Jesus como referencial. Só que não podemos fazer isso pelo nosso próprio conhecimento ou poder. Dependemos do agir do Espírito Santo para alcançar este propósito, porque só aqueles que querem ter uma vida sob o controle de Deus é que alcançam as promessas do Senhor em sua totalidade. É hora de ser cheio do Espírito Santo.
Deus, em cumprimento à Sua promessa em Joel 2.28,29 e em Ezequiel 36.26,27, enviou Seu Espírito para habitar em cada pessoa que aceitou Cristo como seu Salvador e Senhor (ver Atos 1.8; 2.1-11).
o Amor o que é?
Numa sala de aula, havia várias crianças. Quando uma delas
perguntou à professora:
Professora, o que é o amor?
A professora sentiu que a criança merecia uma resposta
à altura da pergunta inteligente que fizera. Como já
estava na hora do recreio, pediu para que cada aluno
desse uma volta pelo pátio da escola e trouxesse o que mais despertasse nele o sentimento de amor.
As crianças saíram apressadas e, ao voltarem, a professora disse:
Quero que cada um mostre o que trouxe consigo.
A primeira criança disse:
Eu trouxe esta flor, não é linda?
A segunda criança falou:
Eu trouxe esta borboleta. Veja o colorido de suas asas, vou colocá-la em minha coleção.
A terceira criança completou:
Eu trouxe este filhote de passarinho. Ele havia caído do ninho junto com outro irmão. Não é uma gracinha?
E assim as crianças foram se colocando.
Terminada a exposição, a professora notou que havia uma criança que tinha ficado quieta o tempo todo. Ela estava vermelha de vergonha, pois nada havia trazido.
A professora se dirigiu a ela e perguntou:

Meu bem, por que você nada trouxe?
E a criança timidamente respondeu:
Desculpe, professora. Vi a flor e senti o seu perfume.
Pensei em arrancá-la, mas preferi deixá-la para que seu perfume exalasse por mais tempo. Vi também a borboleta, leve, colorida! Ela parecia tão feliz que não tive coragem de aprisioná-la.

Vi também o passarinho caído entre as folhas, mas, ao subir na árvore, notei o olhar triste de sua mãe e preferi devolvê-lo ao ninho. Portanto professora, trago comigo o perfume da flor, a sensação de liberdade da borboleta e a gratidão que senti nos olhos da mãe do passarinho. Como posso mostrar o que trouxe?

A professora agradeceu a criança e lhe deu nota máxima, pois ela fora a única que percebera que só podemos trazer o amor no coração".amor ao coração..

Nenhum comentário:

Postar um comentário