terça-feira, 17 de novembro de 2015

Cuidado!

Atenção !!!! vê a imagem.
Trata-se de um animal vivo na água  você precisa  ter  cuidado antes de tomar água sem filtrar, caso não tenha um filtro deve ferver a água , já sabe um animal desse pode causar danos terríveis a seu organismo, com causas até mesmo de óbito. Fique atento e  por favor envie esta mensagem a todo o mundo.






DIPLOMATA LIBANESA DIZ QUE BRASIL PODE SER ALVO DO ESTADO ISLÂMICO

DIPLOMATA LIBANESA DIZ QUE BRASIL PODE SER ALVO DO ESTADO ISLÂMICO
A fraca resposta internacional no combate ao EI (Estado Islâmico) desde a proclamação do califado, que nesta segunda-feira (29) completa um ano, fez com o que o grupo extremista passasse de um perigo regional, com atuação apenas dentro da Síria e do Iraque, a uma potencial ameaça global devido ao número de seguidores que o EI conquista em todo o mundo. Para a diplomata libanesa Abir Taha, “todos os países onde há considerados infiéis podem se tornar alvo de atentados”.
— O EI já está presente em várias partes do mundo, com células adormecidas que podem, a qualquer momento, atacar o coração do mundo ocidental, incluindo o Brasil. Como controlar, por exemplo, a onda de estrangeiros que estão se juntando ao grupo, se eles quiserem voltar para seus países? Ou ainda, como diferenciar terroristas em meio ao grande número de refugiados que deixa a região?
Na última sexta-feira (26), dois ataques terroristas fora da região de domínio do EI foram reivindicados pelo grupo: na Tunísia, um homem armado abriu fogo contra turistas em um hotel e matou 39 pessoas; no Kuwait, 27 morreram e 227 ficaram feridas em um ataque contra uma mesquita xiita.
Como as tropas iraquianas e sírias já provaram ser incapazes de deter o avanço do EI sozinhas, a diplomata acredita que o grupo só poderá ser combatido com a ajuda financeira e militar internacional.
— O terrorismo é um problema internacional, por isso, a guerra ao terrorismo deve ser travada por uma coalizão verdadeiramente internacional de Estados determinados a lutar. Infelizmente, hoje não existe uma guerra internacional contra o terrorismo.
Entre os principais empecilhos para que essa guerra seja travada, está o fato de que a definição do que é terrorismo e de quem é terrorista muda de acordo com os interesses de que está fazendo essa definição.
— O termo terrorismo tem sido utilizado arbitrariamente como uma acusação política por governos para descrever os atos de seus inimigos, e, portanto, a sua definição não tem o aspecto legal. Em outras palavras, o “terrorista” está sempre nos olhos de quem vê.
Diante desse problema, Abir lançou o livro Terrorismo Definido, que será publicado no Brasil pela editora Simonsen. Nele, a diplomata tenta fazer uma definição de terrorismo que possa ser “universal”.
— Os atos terroristas violam os direitos fundamentais do homem e os princípios enunciados na Carta das Nações Unidas e da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Significa qualquer uso ilegal da força, atos criminosos de violência ou ameaça da mesma por qualquer motivo, alvejando deliberadamente a vida, a liberdade e/ou a propriedade de civis que não estão diretamente envolvidos em qualquer atividade ilegal ou hostil e que visam espalhar o terror.
 Fonte: Folha Política



BOLO PRESTÍGIO EM RETÂNGULOS
(rende 20 porções | preparo 1 hora + geladeira)
INGREDIENTES:
Massa
• 6 gemas
• 1 xícara (chá) de Chocolate em Pó
• 1/2 xícara (chá) de manteiga
• 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
• 1 e meia xícara (chá) de farinha de trigo
• 1/2 xícara (chá) de leite líquido Ninho
• 1/2 colher (sopa) de fermento em pó
• 6 claras
_______________________________
Cobertura
• 1 lata de Creme de Leite
• 1 tablete de chocolate Meio Amargo picado (150 g)
_______________________________
Creme
• 1 lata de creme de leite
• 3 claras
• 1/2 xícara (chá) de açúcar
• 2 xícaras (chá) de coco seco em flocos
_______________________________
Montagem
• 1/2 xícara (chá) de leite líquido Ninho
• 2 colheres (sopa) de leite de coco
==================================================
MODO DE PREPARO:
Creme:
Em uma panela, misture as claras e o açúcar e leve ao fogo baixo, mexendo vigorosamente sem parar, por cerca de 3 minutos, tirando a panela do fogo por alguns instantes a cada minuto, continuando a mexer, para não cozinhar. Transfira para uma batedeira, e bata por 5 minutos ou até dobrar de volume e formar um "marshmallow". Junte o Creme de Leite, o coco e misture delicadamente. Cubra com filme plástico e leve à geladeira até o momento de rechear o bolo.
_______________________________
Massa:
Em uma batedeira, coloque a manteiga e o açúcar e bata até formar uma mistura esbranquiçada. Junte as gemas, uma a uma, sem parar de bater até obter um creme homogêneo. Adicione a farinha de trigo e o Chocolate em Pó, aos poucos, intercalando com o Leite Ninho e misture. Por último, junte o fermento em pó e as claras batidas em neve, misturando delicadamente. Despeje em uma forma quadrada, untada com manteiga e polvilhada com farinha de trigo e leve para assar em forno médio (180°C), preaquecido, por cerca de 30 minutos. Desenforme o bolo ainda quente e reserve.
_______________________________
Cobertura:
Em um recipiente refratário, junte o Creme de Leite e o Chocolate e leve ao fogo, em banho-maria, mexendo sempre até formar um creme liso, homogêneo e espesso. Retire do fogo e reserve.
_______________________________
Montagem:
Comece colocando a massa em uma forma quadrada de fundo removível. Em seguida acrescente o creme e finalize com a cobertura. Use uma espátula para deixar a cobertura lisa. Cubra com papel filme e leve a geladeira por pelo menos 3 horas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário